PMAP 1

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto de Pesca-APTA, orienta os pescadores que mantiverem alguma atividade pesqueira, seja comercial ou para consumo próprio, a anotarem as informações sobre suas saídas e capturas (autoregistro) ou a comunicar diretamente aos Agentes de Campo por mensagem, até a retomada das atividades do Programa de Monitoramento da Atividade Pesqueira Marinha e Estuarina do Estado de São Paulo (PMAP-SP).

Em atendimento às diretrizes do Governo do Estado em relação às ações necessárias para o controle da pandemia do Covid-19, as atividades foram temporariamente suspensas a partir do dia 23 de março de 2020.

Os Agentes de Campo do PMAP procurarão se manter informados sobre a atividade pesqueira em suas regiões, mas, no entanto, não realizarão as entrevistas presenciais. Com o retorno do programa de monitoramento, essas anotações poderão ser utilizadas para completar a série de dados de cada pescador/a ou embarcação, de forma que não haja prejuízo na elaboração dos Relatórios de Produção Pesqueira que emitimos e que são utilizados para apoiar a obtenção de benefícios ao setor pesqueiro, como o seguro defeso, acesso ao Pronaf, entre outros.

As informações que devem ser anotadas por viagem pesqueira são:

  • Nome do pescador/a ou embarcação
  • Local de descarga
  • Datas de saída, de chegada e de descarga
  • Aparelho de pesca
  • Área de pesca
  • Dias de pesca
  • Número de lances
  • Captura em quilogramas por espécie

A equipe do PMAP-SP / Instituto de Pesca, espera retornar às atividades com a maior brevidade possível, e agradece a compreensão e colaboração de todos os pescadores e as pescadoras.

Estaremos à disposição por meio da nossa equipe de Agentes de Campo e pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

As ações e orientações de prevenção do Governo do Estado sobre o coronavírus podem ser consultadas no site: https://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/ 

 

Texto: Pesquisador Científico Antônio Olinto Ávila da Silva - Centro Avançado de Pesquisa do Pescado Marinho

Foto: Thais Previato, Agente de Campo PMAP